No início de 2021, o Brasil mantinha cerca de 4,5 gigawatts de potência instalada em geração distribuída e fechou os primeiros dez meses - janeiro a outubro - acrescentando novos 3 GW. A elevação dos custos da energia, as incertezas sobre a segurança no fornecimento e o avanço do Marco Legal da Geração Distribuída (PL 5829/2019) no Congresso são alguns fatores apontados para explicar o crescimento sem precedentes.

Pioneiro em eventos voltados para o setor, o VI Congresso Brasileiro de Geração Distribuída (CBGD) será realizado nos dias 10 e 11 de novembro, em Salvador (BA), e reunirá agentes de mercado com o propósito de montar um panorama técnico amplo e conectado com as dificuldades e desafios de implementação de novos projetos de microgeração e minigeração. Ao todo, estão programadas 46 palestas apresentadas por provedores de soluções, EPCs, integradores, distribuidores, fabricantes, profissionais e acadêmicos do setor.

"O evento ocorre, por feliz coincidência, durante a realização da 26ªConferência das Nações Unidas sobre as Mudanças Climáticas de 2021 (COP 26). Promover debates sobre o crescimento de fontes e meios de geração de energia limpa e renovável aponta o quanto o Brasil pode contribuir para a redução de gases causadores do efeito estufa", avalia Guilherme Chrispim, presidente eleito da ABGD para o biênio 2022/2023.

Durante a programação do CBGD, a Associação terá momentos de destaque para a apresentação da nova diretoria, recém-eleita, e de novos meios de oferta de conteúdo para os associados. "Completamos seis anos de atuação com uma evolução de atuação institucional e corporativa que faz paralelo com o crescimento impactante da geração distribuída. Os nossos esforços trouxeram resultados concretos para os associados e para o setor e assim continuaremos", projeta Carlos Evangelista, presidente cessante da ABGD e novo presidente do Conselho da entidade (2022/2023).

O evento também reserva espaço para a realização da Feira Brasileira de Geração Distribuída - Expo GD, com estandes das principais empresas do setor para divulgar e promover novas tecnologias, máquinas e
equipamentos de microgeração e minigeração.

"O CBGD é uma oportunidade para discutir os novos rumos e tendências do setor e conhecer o que está acontecendo no mercado, além de uma ótima ocasião para apresentar novas tecnologias e as pesquisas desenvolvidas por acadêmicos", acrescenta Tiago Fraga, CEO do Grupo FRG Mídias & Eventos, empresa realizadora do evento promovido pela ABGD.

Tag: GD Geração distribuida Gdparatodos